Clique Aqui e veja mais imagens BEM VINDO AO OLHAKIONLINE -UM ANO DE 2016 DE MUITA PAZ. Nosso ibope é assim, Obrigado por acessar Clique Aqui e veja mais imagens

SUPER MINI PROJETOR PROJETA ATE 100 POLEGADAS

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Guerra civil no Rio de Janeiro

Autoridades invadiram, com êxito, Complexo do Alemão. "Limpeza" deverá demorar meses

As forças de segurança cumpriram, ontem, a ameaça da véspera: invadir o Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro, caso os traficantes não se rendessem. A operação resultou em êxito, com importantes criminosos presos. Foi o início de uma acção que será longa.


Eram 8 horas da manhã no Rio (10 horas em Portugal Continental) quando as polícias militar, civil e federal, reforçadas com elementos dos três ramos das Forças Armadas, invadiram o Complexo do Alemão (um conjunto de 14 favelas, situado na zona norte, junto a uma rodovia que conduz ao aeroporto internacional). Ao todo, eram cerca de 2600 agentes, apoiados por tanques.

Segundo o coronel Mário Sérgio Duarte, comandante-geral da Polícia Militar, os criminosos não ofereceram resistência. Muitos poderão ter conseguido fugir pelas condutas das águas pluviais, já que alguns foram presos quando o tentavam fazer.

Às forças da ordem cabe, agora, o trabalho de vasculhar cada uma das casas, trabalho gigantesco que levará tempo. A tarefa é facilitada por denúncias anónimas feitas pelos habitantes das favelas - que ambicionam o fim do poderio dos traficantes - através da linha telefónica "Disque-Denúncia".

Satisfeitos com o êxito da operação, os policiais ergueram, ao início da tarde, uma bandeira do Brasil no alto do teleférico do Alemão, como símbolo da ocupação do espaço. Como nas guerras.

O governador do Estado do Rio mostava-se satisfeito com o apoio dado por todas as forças da autoridade ali presentes. Em entrevista à TV Globo, disse que o principal objectivo é "recuperar 30 anos de abandono, populismo e confusão". Mais tarde, soube--se que a presença das Forças Armadas no complexo será por tempo indeterminado, podendo estar ali meses, e com um efectivo mais reforçado.

Ao longo do dia, além da captura de criminosos, as autoridades conseguiram também apoderar-se de cerca de 10 toneladas de droga. Uma curiosidade: a Polícia conseguiu localizar a casa do chefe do tráfico, Gideones de Lima Santos, um imóvel dotado de requintes de luxo, com piscina, ar condicionado, hidromassagem e quatro televisores LCD. De igual forma, encontraram uma casa que servia de hotel a traficantes e um laboratório para refinameno de cocaína.

Nenhum comentário:

Postar um comentário