Clique Aqui e veja mais imagens BEM VINDO AO OLHAKIONLINE -UM ANO DE 2016 DE MUITA PAZ. Nosso ibope é assim, Obrigado por acessar Clique Aqui e veja mais imagens

SUPER MINI PROJETOR PROJETA ATE 100 POLEGADAS

domingo, 10 de abril de 2011

Pilotos da Red Bull e da McLaren apontam largada como crucial

Vettel acredita que o KERS pode ajudar na manutenção da ponta e Hamilton diz que precisa largar melhor do que na Austrália

Sebastian Vettel, da Red Bull, conquistou nesta madrugada de sábado a sua segunda pole position da temporada. O alemão cravou o tempo de 1min34s870 e largará na frente no Grande Prêmio da Malásia, que acontecerá neste domingo, às 5hs (horário de Brasília). O iG automobilismo acompanhará a corrida em tempo real. Atrás do alemão ficaram Lewis Hamilton, Mark Webber e Jenson Button.
Após o classificatório, Vettel fez questão de ressaltar que o KERS foi fundamental para sua colocação. “Quero elogiar os caras da equipe, especialmente os que trabalharam no KERS, eles trabalharam muito desde a Austrália. Se não tivéssemos o sistema hoje, eu não estaria nesta posição, nem o Mark (Webber)”, disse.

A Red Bull não usou o Sistema de Recuperação de Energia Cinética na Austrália e existia a possibilidade de não colocar o KERS também na Malásia. O companheiro de Vettel, Mark Webber, também mostrou satisfação com o resultado no classificatório. Para o australiano, a proximidade com os primeiros colocados significa uma melhora com relação à primeira corrida.
“Meu desempenho de hoje foi melhor do que em Melbourne, e estou ansioso para amanhã. Vou largar no lado limpo da pista, e deverá ser uma corrida interessante”, afirmou o australiano. Lewis Hamilton também apontou a proximidade com Vettel como um trunfo para a corrida.

“Estou realmente feliz por estar na primeira fila. Espero que eu tenha um começo melhor do que em Melbourne para que tenha uma chance de competir com Sebastian na primeira curva e nas primeiras voltas”, afirmou o piloto da McLaren.

Seu companheiro de equipe, Jenson Button, também disse que a largada será fundamental para definir a sorte do Grande Prêmio. Enquanto Red Bull e McLaren continuam dominantes, a Ferrari segue como decepção.
Fernando Alonso ficou na quinta colocação e demonstrou muita insatisfação com a equipe. “Pelo que nós vimos nestas duas corridas, existem dois times que trabalharam melhor do que nós no verão, e claramente temos de melhorar em termos de desempenho. Precisamos dar um passo de alguma maneira, temos de ser agressivos em nosso desenvolvimento para recuperar o tempo perdido”, afirmou o espanhol.

Felipe Massa, por sua vez, largará na sétima posição. O brasileiro fez questão de afirmar que a equipe italiana ainda está bem atrás das suas principais rivais e que um quinto lugar seria o máximo possível neste sábado. “Hoje, o melhor resultado possível que poderíamos esperar era o quinto lugar. Eu não consegui fazê-lo, parcialmente porque não fiz uma volta perfeita”, disse Massa.

Outro brasileiro do grid, Rubens Barrichello também não ficou satisfeito com seu desempenho. O piloto da Williams foi o 15º e disse que a equipe precisa tentar pontuar de qualquer jeito. “Não importa se teremos uma corrida no seco ou na chuva, vamos tentar pontuar”, afirmou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário