Clique Aqui e veja mais imagens BEM VINDO AO OLHAKIONLINE -UM ANO DE 2016 DE MUITA PAZ. Nosso ibope é assim, Obrigado por acessar Clique Aqui e veja mais imagens

SUPER MINI PROJETOR PROJETA ATE 100 POLEGADAS

sábado, 9 de abril de 2011

Tragédia no Rio: Izaías diz ter culpa pela venda da arma, não pelas mortes

Ao ouvir a notícia do que aconteceu na escola da Zona Oeste, o vigia Izaías de Souza, de 48 anos, disse neste sábado que sua culpa foi na venda da arma, e não no assassinato cometido por Wellington. Izaías e o chaveiro Charleston Souza de Lucena, de 38 anos, negociaram uma das armas usadas pelo atirador que matou 12 crianças na Escola municipal Tasso da Silveira, em Realengo, Zona Oeste do Rio.
O vigia disse que não venderia a arma se soubesse o que Wellington Menezes de Oliveira fez. Ao ouvir a notícia do que aconteceu na escola da Zona Oeste, Izaias disse que esperava que a Justiça fizesse o que tinha que fazer. Izaias acredita

"Passou pela cabeça o arrependimento, com certeza. Se soubesse que era para fazer isso, não tinha participado, porque eu também tenho filhos, que estudando numa escola em frente onde Wellington morava", afirmou Izaías, alegando que não é negociante de armas.

Os dois disseram que se arrependeram quando souberam que o comprador da arma que eles venderam comentou o crime que repercutiu o mundo. Eles foram apresentados na delegacia de Divisão de Homicídios, tiveram a prisão preventiva decretada e foram indiciados por comércio ilegal de arma de fogo e a pena pode chegar a 8 anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário