Clique Aqui e veja mais imagens BEM VINDO AO OLHAKIONLINE -UM ANO DE 2016 DE MUITA PAZ. Nosso ibope é assim, Obrigado por acessar Clique Aqui e veja mais imagens

SUPER MINI PROJETOR PROJETA ATE 100 POLEGADAS

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Homem é encontrado morto no bairro João Eduardo no Estado do ACRE

Conteúdo com imagens inadequadas para menores de 18 anos.


Populares do bairro João Eduardo, em Rio Branco encontraram no final da tarde desta segunda feira (02/05), o corpo do jovem José Reginaldo da Silva e Silva, de 22 anos, mais conhecido na região como “Pica Pau”.
Segundo familiares, a vítima foi sequestrada na noite de domingo (01/05), por dois homens que estavam encapuzados e portando armas. Os acusados chegaram na casa de um amigo de “Pica Pau”, onde o mesmo se encontrava no bairro João Eduardo. A vítima foi rendida e levada em um veículo não identificado pelas testemunhas.
Na manhã desta segunda feira (02/05), famílias após serem informados do fato, se dirigiram a delegacia onde comunicaram o crime às autoridades policiais. Uma equipe da polícia foi acionada para tentar localizar o paradeiro de “Pica Pau”, mas horas depois de iniciar as buscas à polícia e a família da vítima foram informados que o corpo estava em um matagal.

Ao chegarem no local, um matagal a poucos metros da casa da vítima, a polícia se deparou com o corpo de “Pica Pau”, que estava amarrado e com ferimentos causados por arma de fogo. Junto ao corpo foi encontrado cerca de 30 trouxinhas de cocaína.

A vítima já tinha passagem pela polícia por vários crimes, entre eles o tráfico de drogas, onde teria cumprido pena no presídio Francisco de Oliveira Conde. De acordo com a polícia, o crime teria sido motivo por acerto de contas, pois “Pica Pau” estaria envolvido com o trafico de entorpecentes na região.

Há cerca de três dias a vítima teria sofrido um atentado contra sua vida, onde desconhecidos que estavam em uma motocicleta efetuaram vários disparos, no entanto, “Pica Pau” conseguiu escapar sem qualquer ferimento na época.

Nenhum comentário:

Postar um comentário