Clique Aqui e veja mais imagens BEM VINDO AO OLHAKIONLINE -UM ANO DE 2016 DE MUITA PAZ. Nosso ibope é assim, Obrigado por acessar Clique Aqui e veja mais imagens

SUPER MINI PROJETOR PROJETA ATE 100 POLEGADAS

domingo, 17 de julho de 2011

Avó de 70 anos é processada por baixar pornografia ilegal

Idosa alegou que nem sabe o que é BitTorrent. Acusadores insistem que ela deve ser responsabilizada. Foto: Getty Images Idosa alegou que nem sabe o que é BitTorrent. Acusadores insistem que ela deve ser responsabilizada
Uma senhora de 70 anos, que vive em Chicago, está sendo processada nos EUA por supostamente baixar conteúdo pornográfico ilegal na internet por meio do BitTorrent. A senhora, que pediu para não ser identificada, disse ao jornal SF Gate que a acusação não tem fundamento. Ela também alegou no processo que nem sabe o que é o BitTorrent. "Isso cheira a extorsão", afirmou. As informações são do jornal Huffington Post.
O escritório de advocacia Steele Hansmeier atua nesse processo e tem defendido usuários do BitTorrent que têm sido cobrados com multas de até US$ 150 mil por baixarem conteúdos ilegais.
A intenção dos detentores de direitos autorais nesses casos é fazer com que os infratores sejam punidos rapidamente e que os processos sejam curtos. Muitas vezes se tenta fazer um acordo e multar sem processo.
Quando há acordo, o valor da multa varia de US$ 3 mil a US$ 12 mil, segundo o Huffington Post. A avó, por exemplo, não quis fazer acordo e alegou inocência.
Os acusadores dizem que o computador da senhora pode ter sido usado por terceiros e que ela deve ser responsabilizada por isso. A defesa diz que esse tipo de responsabilização não é cabível, e uma multa de até US$ 150 mil seria desproporcional.
Uma das prováveis possibilidades é de que a idosa não tenha conseguido bloquear o acesso a sua conexão Wi-Fi e jovens vizinhos tenham acessado sua conexão à internet, baixando o vídeo pornô. De acordo com o Huffington Post, essa alegação deve fazer com que a senhora se livre das multas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário