Clique Aqui e veja mais imagens BEM VINDO AO OLHAKIONLINE -UM ANO DE 2016 DE MUITA PAZ. Nosso ibope é assim, Obrigado por acessar Clique Aqui e veja mais imagens

SUPER MINI PROJETOR PROJETA ATE 100 POLEGADAS

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Homem faz cadeira elétrica caseira para matar esposa na Inglaterra

Um homem de 61 anos é acusado de tentar matar a própria esposa com uso de uma cadeira elétrica feita em casa. O motivo da tentativa de homicídio seria um pedido de divórcio que a mulher teria feito. O caso chocante aconteceu na cidade de Knott End-on-Sea, na Inglaterra.


O marido da vítima, Andrew Castle, ficou tão furioso com o pedido de divórcio que preparou uma cadeira de metal e ligou o móvel à instalação elétrica da casa. Após montar a cadeira elétrica caseira, ele convidou a esposa Margaret, com a qual estava casado há 18 anos, para um "bate-papo" na garagem e pediu que ela se sentasse na cadeira. "Sente-se, nós precisamos conversar", teria dito Castle.

Mas Margaret, também de 61 anos, levantou-se do assento antes que ele pudesse ligar o interruptor. Iniciou-se então uma violenta luta, e o marido bateu nela várias vezes com um cassetete.

Margaret escapou por uma porta lateral e a luta continuou fora da residência. Uma pessoa que passava pela rua viu a confusão e chamou a polícia.

A mulher sofreu ferimentos na cabeça e foi medicada. Castle foi encontrado no quintal com ferimentos à faca auto-infligidos em seu pulso. Policiais examinaram a garagem e encontraram a cadeira elétrica artesanal.

Obsessão

Castle afirmou mais tarde que estava "simplesmente incapaz de lidar" com o divórcio. Um relatório psiquiátrico concluiu que ele tinha transtorno obsessivo-compulsivo e um transtorno de adaptação.

O detetive Martin Clague, da polícia de Lancashire, disse que o caso foi preocupante. "Ele pretendia matar sua esposa e tinha até um lugar para fazer isso. Havia um cabo elétrico ligado na cadeira, para fins de eletrocussão. É raro alguém tentar matar sua esposa, ou alguém, por estes meios", comentou.

Castle confessou a tentativa de homicídio e foi condenado a 10 anos de cadeia pela corte de Preston.
Energia cortada

Especialistas comentam que provavelmente a cadeira elétrica caseira não conseguiria eltrocutar a mulher até a morte, já que provavelmente o circuito seria interrompido pela queda do disjuntor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário