Clique Aqui e veja mais imagens BEM VINDO AO OLHAKIONLINE -UM ANO DE 2016 DE MUITA PAZ. Nosso ibope é assim, Obrigado por acessar Clique Aqui e veja mais imagens

SUPER MINI PROJETOR PROJETA ATE 100 POLEGADAS

domingo, 28 de agosto de 2011

Sem guarda, A. Silva dá show, nocauteia Okami e mantém cinturão


 . Foto: Ricardo Matsukawa/Terra
Japonês tentou levar Anderson Silva à grade; provocador, brasileiro levou a melhor
A torcida do Rio de Janeiro lotou a HSBC Arena neste sábado para ver a luta de Anderson Silva pelo UFC 134. E o "Spider" não decepcionou: no último combate do card principal do evento, valendo o cinturão do peso médio, o paulista incendiou os fãs ao nocautear o japonês Yushin Okami no segundo round, mantendo o título da categoria, e aumentando para 14 o número de triunfos no maior evento de MMA do mundo.
A vitória foi a 29ª do cartel de Anderson Silva, 36 anos, que conta agora com 33 lutas e com nove defesas bem-sucedidas de cinturão. De quebra, foi a primeira vez que o brasileiro subiu ao octógono desde que venceu Vitor Belfort no UFC 126, em fevereiro, com um espetacular chute. Okami, por sua vez, sofreu sua sexta derrota em 33 lutas.
De quebra, Anderson Silva ainda conseguiu sua revanche sobre o japonês, último lutador a vencê-lo. Os dois se enfrentaram em janeiro de 2006 no Rumble on the Rock 8, em ocasião que Silva havia conquistado o nocaute. Os árbitros, porém, apontaram um chute ilegal e decretaram a derrota do brasileiro, que venceu 15 lutas seguidas desde então.
Ao som de "Spider, Spider" dos torcedores, os dois lutadores demoraram a arriscar golpes no primeiro round. O lutador corintiano, mais ofensivo, arriscava jabs de direita para minar a defesa do japonês. Okami, por sua vez, tentou prender Anderson no canto do octógono na metade do round, travando a luta.
Para tentar sair, Anderson arriscava joelhadas, sem sucesso. Impacientes, os fãs passaram a vaiar os dois combatentes. A um minuto do fim do round, os dois se soltaram para procurar golpes. Nos segundos finais, o brasileiro acertou um chute de esquerda no rosto do rival, e só não partiu para o nocaute porque soou o fim dos cinco primeiros minutos.
Na volta, Anderson Silva passou a atacar o rival com mais eficiência e a provocar nas esquivas, gingando com a guarda baixa. A 4min15s, festa da torcida: um soco do brasileiro no rosto do japonês levou o desafiante ao chão. Provocador, "Spider" parou com as mãos na cintura.
Okami levantou e voltou à luta, mas levou um novo soco a 3min25s e caiu. Desta vez, Anderson Silva partiu para cima e acionou as marteladas para definir o combate e aumentar a festa brasileira neste sábado na HSBC Arena, no Rio de Janeiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário